Arrecadação de impostos federais dá salto em janeiro

26 de Fevereiro de 2018

Arrecadação de impostos federais dá salto em janeiro

Refis assegura expansão de 10,12% e eleva receita para R$ 155,619 bi, o melhor resultado para o mês desde 2014

Uma expansão de 10,12% na arrecadação de impostos do governo federal ocorreu em janeiro sobre igual mês de 2017. A receita, de R$ 155,619 bilhões no mês, foi impulsionada pelo ganho extraordinário com o Refis, o programa de renegociação de dívidas tributárias.  Com isso, janeiro gerou o melhor resultado para o primeiro mês desde 2014, quando a arrecadação somou R$ 158,944 bilhões, em dado também corrigido pela inflação, informou a Receita Federal nesta segunda-feira.

O Refis provocou um acréscimo de R$ 7,938 bilhões em janeiro à receita total, montante muito acima dos R$123 milhões recolhidos um ano antes com parcelamentos especiais, incluindo no âmbito da dívida ativa.

Para o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita, Claudemir Malaquias, o desempenho indica que o benefício fiscal do mais recente Refis ficou acima do que era historicamente concedido em parcelamentos do tipo.

© Copyright 2016 | CNseg | Rua Senador Dantas 74, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777