Automação poderia elevar a receita de seguros em até USD 243 bilhões

24 de Julho de 2018

Automação poderia elevar a receita de seguros em até USD 243 bilhões

Confira esta e outras notícias no mais recente boletim da GFIA

Semanalmente, a Federação Global de Associações de Seguro (GFIA, na sigla em inglês) distribui aos seus membros um Boletim com um compilado de consultas, publicações e notícias com o objetivo de contribuir para um diálogo internacional sobre questões de interesse comum do mercado segurador.

Abaixo, reprodução de todo o conteúdo do boletim em português.

Em 9 de julho, a Willis Re publicou o Relatório Global Reinsurance and Risk Appetite Survey 2017/2018. O documento revela que, devido à pressão dos investidores, as seguradoras estão se tornando menos tolerantes às metas de ganhos perdidos. As seguradoras estão mudando para métricas mais sofisticadas, como retorno sobre o patrimônio e capital econômico como resultado. De acordo com o relatório, o resseguro tem sido usado cada vez mais para a proteção de ganhos e redução da volatilidade pelas seguradoras cujas aquisições são guiadas por “balanços de apetite de risco” implantados para otimizar as metas de gerenciamento de capital e lucratividade.

Em 16 de julho, o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, na sigla em inglês) publicou um informe para os ministros das finanças e presidentes dos Bancos Centrais dos países do G20 para a reunião que eles terão em Buenos Aires de 21 a 22 de julho, descrevendo o trabalho do FSB e as organizações de normalização de ativos “crypto”. O FSB acredita que, atualmente, os ativos “crypto” não representam risco material para a estabilidade financeira global, mas reconhece a necessidade de monitoramento constante considerando a velocidade de evolução do mercado.

Em 16 de julho, o FSB publicou um questionário de auto-avaliação para futuros fornecedores do serviço de identificação de produtos nos Estados Unidos (UPI, na sigla em inglês). O principal objetivo do UPI é identificar o produto que é objeto de transações derivativas de vendas de balcão. Cada futuro fornecedor do serviço de UPI deve explicar como irá atender aos critérios de avaliação do governo norte-americano e às especificações técnicas. As respostas devem ser enviadas até o dia 4 de setembro.

Recortes de Imprensa

Tecnologia

Modelagem de dados face aos desastres naturais (Insurance Business Magazine) O enorme dano causado por desastres naturais em 2017 trouxe grandes perdas para a indústria de seguros e destacou a necessidade das seguradoras de ampliarem o entendimento sobre essas catástrofes para fornecerem mais proteção enquanto mantêm os negócios em operação...

Ameaças à segurança estão ficando piores por causa do crescimento da Internet das Coisas (Digital Insurance) A Internet das Coisas está criando muitas expectativas, e a não menos importante delas é que a implantação da tecnologia aumentará os riscos de segurança das organizações...

iXledger anuncia lançamento do seguro blockchain (Insurance Business Magazine) A insurtech iXledger anunciou o lançamento de um produto de seguro blockchain, em parceria com uma corretora londrina que opera no mercado internacional de seguros...

Dispositivos smart são a chave para alcançar millennials (Acturial Post) Por anos, houve um grande problema na indústria de previdência. As pessoas não estavam interessadas em adquirir planos de previdência até que estivessem mais velhas e, assim, perderam muitas de suas economias e contribuições do governo ou dos empregadores no início de suas carreiras...

Automação poderia elevar a receita de seguros em até USD 243 bilhões (Digital Insurance) Cada vez mais seguradoras estão explorando a robotização de processos, a inteligência artificial e a automação de processos de negócio todos os dias, mas a indústria ainda tem alguns casos de uso em produção. De acordo com o relatório recente da consultoria Capgemini, “Growth in the Machine: How financial services can move intelligent automation from a cost play to a growth strategy”...

Blockchain é a evolução tecnológica que vai criar a revolução do resseguro, diz B3i (Insurance Journal) A tecnologia blockchain está deixando de ser apenas um teste e passando a ser utilizada nos negócios de seguros. Está passando da fase hype e está avançando para proporcionar melhorias verdadeiramente eficientes para a indústria...

Lloyd’s revela nova plataforma digital de distribuição (Reinsurance News) A Lloyd’s, especialista no mercado de seguros e resseguros lançou uma nova plataforma digital de distribuição, chamada Lloyd’s Bridge, que foi desenhada para conectar as empresas de seguros e empresários cadastrados na Lloyd’s com mais eficiência...

Como as empresas podem desenvolver uma estratégia de governança com IA (Digital Insurance) Atualmente, muitas companhias estão confiando suas principais operações e decisões à inteligência artificial...

Inovação tecnológica: é hora de os CIOs definirem sua jogada (Digital Insurance) Em 2018, a equipe do CIO da Forrester intensificou sua ênfase em tecnologia e inovação tecnológica. Agora nós acreditamos que é hora de você alavancar seu jogo...

Macroeconomia e Resseguro

Índia: Fusão de três seguradoras públicas pode ser adiada (Asia Insurance Review) A muito comentada fusão de três companhias de seguros gerais públicas - National Insurance, Oriental Insurance e United India Insurance – deve ser efetivada após março do ano que vem...

Regulador adia decisão sobre ordem de preferência em resseguro (Asia Insurance Review) Resseguradoras estrangeiras que operam na Índia terão que esperar mais tempo para ter clareza em seu direito à preferência em seus acordos de resseguros na Índia...

Índia: Regulador orienta seguradoras a cumprir ordem da Suprema Corte (Asia Insurance Review) A IRDAI publicou uma diretiva pedindo às empresas que não forneçam seguros para veículos que não tiverem certificado válido do programa de controle de poluição (PUC, na sigla em inglês). A diretiva do dia 6 de julho segue uma determinação da Suprema Corte de agosto de 2017, quando surgiu o primeiro decreto para fazetornar o PUC obrigatório nos seguros...

Indústria sustentável de seguros e resseguros é vital em um mundo de incertezas, diz Ojeisekhhoba, da Swiss Re (Insurance Journal) Depois do Furacão Katrina, em 2005, o ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore o descreveu como “a primeira prova amarga de algo que será dito repetidamente para nós”...

Outros

Pesquisa aponta que trabalhar aos 70 anos deve passar a ser normal (The Actuary) Uma em cada quatro pessoas acreditam que ainda estarão trabalhando quando estiverem com 70 anos, mostrou uma pesquisa da seguradora Aegon...

Resseguradora M&A pronta para ter o segundo ano mais ativo de todos os tempos, diz Willis Re (Reinsurance news) O mais recente relatório 1st View da Willis Re sugere que 2018 pode ser o ano mais ativo para a M&A no setor de seguros em todo o mundo desde 2015 – quando o volume foi USD 121 bilhões, alavancados pela fusão ACE-Chubb – com o volume de acordos do ano corrente chegando a USD 44 bilhões...

*Permitida a reprodução desse material, desde que citada a fonte
© Copyright 2016 | CNseg | Rua Senador Dantas 74, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777