Coriolano: insurtechs não acabam com a figura do corretor

12 de Junho de 2017

Coriolano: insurtechs não acabam com a figura do corretor

Rádio CNseg; Programa "Fala Presidente" discute avanço da tecnologia no mercado de seguros e impactos na distribuição

Em entrevista ao programa “Fala Presidente” desta segunda-feira, o presidente da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), Marcio Serôa de Araújo Coriolano, explica como as fintechs e insurtechs aproximam o mercado segurador dos consumidores, principalmente os mais jovens, que dispensam a intermediação de uma forma geral.  Apesar disso, Coriolano assegura que as insurtechs não acabam com a figura do corretor de seguros. “Embora a tecnologia nos aproxime muito do consumidor, ele sempre precisará da figura do corretor para traduzir o produto, no que diz respeito às suas necessidades e à sua capacidade de pagamento, além de ajudá-lo a escolher entre as tantas variedade que existem no mercado”, diz ele.

Também nesta segunda, a “Entrevista Especial” recebe a economista Eduarda La Rocque, ex-secretária municipal de Fazenda do Rio de Janeiro, que atualmente participa do Pacto do Rio, uma parceria público-privada voltada à sustentabilidade. Ela fala sobre a grave situação do Estado. “A gente pode sair da crise, rápido, se aproveitarmos tudo o que construímos e acabamos não executando nas últimas gestões, porque havia muitos planos bons, dentre os quais o polo de seguros e resseguros”, diz.

Nesta terça-feira, o programa “Conheça os Seguros Gerais” aborda o seguro para shopping centers. O presidente da Comissão de Riscos Patrimoniais Massificados da FenSeg, Danilo Silveira, explica o funcionamento do produto e os seus tipos de cobertura, tanto para lojistas quanto para o entorno do estabelecimento. No mesmo dia, o “Qual é a Dúvida?” esclarece a questão de um ouvinte sobre a abrangência da cobertura do plano de saúde.

Na quarta, o “Entenda os Seguros de Pessoas” aborda a Previdência como ferramenta de planejamento econômico frente à longevidade. O professor da Escola Nacional de Seguros, Mauricio Viot, explica de que forma o consumidor pode buscar uma velhice mais tranquila e faz um alerta sobre as gerações futuras. “Se a gente não conseguir se salvar por conta dessa pouca aposentadoria, precisaremos salvar a nossa próxima geração. Haverá poucos empregos para eles.” No mesmo dia, vai ao ar o “Inovação e Sustentabilidade”, que entrevista José Camilo Ciufatelli, membro da Comissão de Processos e Tecnologia da Informação da CNseg e moderador de um dos painéis que compuseram a Trilha de Seguros, no evento Ciab Febraban. Ele falou sobre as novas tecnologias e as diversas possibilidades que surgem, como os aplicativos para a contratação dos seguros. “As seguradoras estão buscando entender as necessidades do cliente através de suas demandas e pelas mídias sociais.”

Quinta-feira é a vez do quadro “Por Dentro da Saúde Suplementar”, com o coordenador da economia aplicada da Fundação Getúlio Vargas, Armando Castelar Pinheiro. Ele fala sobre judicialização e economia, com foco em saúde. O “Momento Jurídico” apresenta a segunda parte da entrevista com o advogado especializado em seguro para o meio ambiente Pery Saraiva Neto.

Os programas “Minuto da Capitalização” e “Dicas do Consultor” encerram a programação da semana, na sexta-feira.

Diariamente, a Rádio CNseg traz ainda boletins de serviço, notícias do setor, da economia e da política do país, além da programação musical. A grade completa está disponível em http://radio.cnseg.org.br.

© Copyright 2016 | CNseg | Rua Senador Dantas 74, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777