Infraestrutura, o caminho do crescimento

19 de Abril de 2017

Infraestrutura, o caminho do crescimento

Banco Mundial recomenda investimentos para América Latina superar baixa expansão do PIB

Aportes na infraestrutura tornaram-se o caminho de crescimento mais vigoroso da América Latina e do Caribe, sobretudo após a queda das matérias-primas produzidas na região no mercado mundial. A recomendação é do Banco Mundial, que reunirá especialistas em encontro nesta quinta-feira (20), em Washington, para discutir propostas para desatar os nós para elevar os investimentos em infraestrutura.

Os investimentos atuais dos países latino-americanos e caribenhos em obras de infraestrutura- em média, menos de 3% de seu Produto Interno Bruto (PIB)- destoam de outras regiões com desenvolvimento mais proeminente como a região do leste da Ásia e do Pacífico, com quase 7,7% no setor.

Para o Banco Mundial, ampliar o protagonismo da infraestrutura não significa apenas liberar mais recursos, mas também investir melhor, especialmente em transporte e saneamento, calcanhares de Aquiles da América Latina e Caribe. Ainda há o desafio para atrair investimentos privados nesta modalidade de empreendimento.

O evento desta quinta-feira reunirá o ministro das Finanças Públicas da Guatemala, Julio Hector Estrada, da apresentadora da CNN Español, Gabriela Frías, do vice-presidente do Grupo Banco Mundial para a América Latina e o Caribe, Jorge Familiar, da diretora-executiva do Banco Mundial, Kristalina Georgieva, e do presidente da Agência de Financiamento para o Desenvolvimento Nacional (FND) da Colômbia, Clemente del Valle.

 

 

© Copyright 2016 | CNseg | Rua Senador Dantas 74, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777