Infraestrutura terá banco de dados para consultas

07 de Março de 2018

Infraestrutura terá banco de dados para consultas

Iniciativa une Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (ABDIB)

Dados do mercado de infraestrutura estarão disponíveis para consultas assim que for estruturado o chamado Observatório da Infraestrutura. O objetivo é ajudar na definição de investimentos prioritários no setor. A iniciativa faz parte do memorando assinado entre o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (ABDIB).

A base de dados, segundo as entidades, permitirá visualizar informações sobre o quadro geral da oferta de infraestrutura instalada nos estados, nas regiões e no país como um todo. Cada empreendimento em funcionamento terá uma ficha com informações cadastrais, operacionais e financeiras, atualizadas regularmente, com indicadores históricos de oferta, consumo e desempenho, acrescentam.

Por meio do Observatório da Infraestrutura, órgãos públicos e empresas privadas poderão ter acesso a informações, indicadores e análises setoriais, projeções e projetos de investimento. O objetivo é apoiar a seleção de projetos prioritários para investimentos públicos e privados, comparando alternativas e indicando os parâmetros que justificam as escolhas.

O UNOPS será parceiro da iniciativa, colaborando com a troca de experiências internacionais em infraestrutura para o desenvolvimento, bem como desenvolvendo projetos específicos para atender as demandas nacionais. O escritório trará a experiência de sua equipe e de parceiros internacionais para ajudar a identificar e enfrentar os desafios atuais e futuros para o desenvolvimento de infraestrutura sustentável.

Plataforma. Em fase de desenvolvimento, o Observatório da Infraestrutura é uma iniciativa da ABDIB que pretende ser uma plataforma de informação permanentemente atualizada com o objetivo de contribuir para o planejamento dos investimentos em infraestrutura no país, assim como para a definição de projetos prioritários. A iniciativa tem o apoio do Ministério do Planejamento e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O fortalecimento das ações de planejamento de médio e longo prazo é um dos temas prioritários das últimas agendas de propostas da associação, e é considerado pré-condição para o Estado exercer sua tarefa de arbitrar sobre escolhas e políticas públicas e, consequentemente, articular os vários órgãos públicos envolvidos na condução dos planos e projetos.

Nesse contexto, o observatório possibilitará que a escolha e a definição de projetos prioritários de infraestrutura sejam feitas a partir de critérios determinados – o que contribuirá para o aumento da eficiência, da produtividade e da competitividade da economia, de acordo com o UNOPS. Com um melhor planejamento, as escolhas passam a ter embasamento mais consistente, contribuindo para a viabilidade econômica, financeira, técnica e ambiental dos empreendimentos, disse o escritório da ONU.

 

© Copyright 2016 | CNseg | Rua Senador Dantas 74, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777