Luiz Carlos Trabuco Cappi é o grande homenageado do VII Encontro Nacional da FenaPrevi

07 de Fevereiro de 2014

Luiz Carlos Trabuco Cappi é o grande homenageado do VII Encontro Nacional da FenaPrevi

Abertura do evento contou com a participação do governador da Bahia, Jaques Wagner

Um jantar de boas-vindas, ocorrido nesta quinta-feira à noite, marcou a abertura do VII Encontro Nacional da FenaPrevi. A conferência, que abre o calendário anual de eventos da FenaPrevi, contou com pronunciamento do governador da Bahia, Jaques Wagner, homenagem ao presidente do banco Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi (ex-presidente da extinta Anapp, a antecessora da FenaPrevi) e, como nas edições anteriores, palestra especial, desta sobre a Copa do Mundo, apresentada pelo jornalista esportivo Antero Greco.

vii-encontro-fenaprevi

Mais uma vez, o encontro ocorre na Bahia - no Hotel Tivoli Ecoresort - e reúne os principais executivos das entidades de Vida e Previdência para discutir, até o próximo sábado, os temas mais relevantes para o mercado de benefícios. Nesta edição, são 230 participantes e acompanhantes presentes.

Em seu discurso, o governador, em tom republicano, deixou claro que, qualquer que seja o resultado das urnas nas eleições de outubro, os partidos sabem que não podem abrir mão da responsabilidade fiscal,  por ser uma conquista da sociedade e um pré-requisito para o desenvolvimento. Admitiu que o Brasil tem de fazer um processo de modernização para ser menos burocrático e, pôr fim, ao que chamou de "República da Desconfiança". Apesar das sinalizações negativas, disse ainda estar otimista de que o Brasil crescerá mais em 2014 do que no ano imediatamente anterior, sem mencionar, contudo, a taxa esperada por ele.

O governador parecia responder aos críticos do governo federal, que se queixam  do baixo crescimento econômico, gastos públicos crescentes e inflação resiliente, apesar da alta dos juros básicos, um instrumento de política monetária que tradicionalmente provoca desaceleração econômica.

Homenagem

Trabuco_interna_vii-encontro-fenaprevi.jpg
Luiz Carlos Trabuco Cappi

Presidente da antiga Associação Nacional de Previdência Privada (Anapp) entre 1994 a 2000,  Luiz Carlos Trabuco Cappi foi homenageado pela destacada atuação em prol do fortalecimento do seguro de Vida e Previdência no País. Sua ação direta na construção da Lei Complementar 109 foi lembrada pelo presidente da Comissão de Marketing da FenaPrevi, Oriovaldo Pereira lima Filho.  "Sem exageros, uma das legislações mais modernas de previdência do mundo, resultando no crescimento chinês desse mercado, ou seja, de quatro vezes acima da taxa de expansão do PIB nos últimos 14 anos continuamente", disse ele, para quem a liderança de Trabuco Cappi trouxe paz e prosperidade ao mercado. Trabuco Cappi foi também apontado por refundar a Anapp, fazendo-a elevar de 23 associadas para 72 durante seu mandato.

Mesmo afastado da rotina do setor segurador a partir de março de 2009, após deixar o comando do grupo Bradesco Seguros para assumir a presidência do banco Bradesco, tornando-se o quarto presidente em sua história, Cappi é uma das lideranças históricas do setor mais admiradas, considerando-se o grande número de presidentes de entidades e de seguradoras que compareceram à homenagem. Entre outros, estiveram presentes os presidentes da CNseg, Marco Antonio Rossi, da FenSeg, Paulo Marraccini, da FenaCap, Marco Barros, e, naturalmente, da FenaPrevi, Osvaldo do Nascimento.

Sem esconder a emoção por reencontrar velhos amigos que fazem parte sua história  e pela entrega da placa da FenaPrevi em alusão à passagem do vigésimo aniversário de sua posse na antiga Anapp, Trabuco Cappi destacou que o direcional da economia é de crescimento. No caso do mercado de benefícios, assinalou que o mercado tem amadurecido antes que o País envelheça. "Minha visão do mercado de seguros é otimista, sobretudo nas áreas de Vida e Previdência. Nós somos o extensor da capacidade do Estado, que, por mais forte que seja, terá dificuldade de estender seu aparato de proteção ao cidadão na plenitude necessária. O nosso produto é, portanto, líder, porque nos seguramos o que a pessoa tem de mais precioso: o seu futuro", destacou ele, ao agradecer a deferência do mercado.

A experiência de cobrir várias Copas do Mundo, as tristezas com os fracassos e alegrias com os triunfos da Seleção Brasileira, o jogo de cintura exigido dos repórteres esportivos, as dificuldades com os costumes e com a língua dos países que sediaram o torneio foram os temas centrais abordados, com bom humor, pelo jornalista Antero Greco, na palestra especial de abertura durante do VII Encontro Nacional da FenaPrevi.

© Copyright 2016 | CNseg | Rua Senador Dantas 74, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777