Dados de maio divulgados pela Susep apontam para a manutenção do crescimento do setor, apesar da redução do ritmo

10 de Julho de 2017

Dados de maio divulgados pela Susep apontam para a manutenção do crescimento do setor, apesar da redução do ritmo

Dados de maio divulgados pela Susep apontam para a manutenção do crescimento do setor, apesar da redução do ritmo

O setor segurador continua a retomada do crescimento, ainda que não tão rápida quanto gostaria. No período de janeiro a maio deste ano, a arrecadação dos produtos regulados pela Susep, inclusive capitalização, cresceu 7% em relação ao mesmo período de 2016, alcançando a cifra de R$ 97,5 bilhões. Entretanto, o resultado agregado do mercado apresentou queda de ritmo. Em abril, na comparação com o mesmo período do ano anterior, o crescimento foi de 8,8% e, em março, de 13,9%. Os números constam da 8ª edição da Carta do Seguro, publicação da CNseg que analiza a conjuntura do setor com base nos dados divulgados pelos órgãos reguladores e nos números da economia.

De acordo com a coluna escrita pelo presidente da CNseg para a Carta do Seguro, apesar da dificuldade de se estimar tendências duradouras a médio prazo devido ao atual ambiente brasileiro de incertezas e volatilidades, "já se percebem resultados mais promissores no volumoso segmento de Automóveis, cuja arrecadação de maio a maio cresceu 9,2%; e nos persistentes ramos Habitacional, com 11,9%, e de Crédito e Garantias, com vigorosos 61,4%."

O economista Lauro Faria, outro colaborador da publicação, também está mais otimista, apontando para a possibilidade de um moderando, porém, real, crescimento da arrecadação do setor em 2017, e da recuperação de margens de lucro a partir desse segundo semestre.

>> Clique aqui para ler a íntegra da 8º edição da Carta do Seguro

*Permitida a reprodução desse material, desde que citada a fonte
© Copyright 2016 | FenaPrevi | Rua Senador Dantas 74, 11º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777