FenaSaúde participa do Fórum Inovação Saúde 2018

13 de Novembro de 2018

FenaSaúde participa do Fórum Inovação Saúde 2018

Presidente da Federação participou de conferência sobre o Sistema Sanitário Catalão

titleDa esquerda para a direita: o diretor Geral da Fundação Althaia e ex-presidente da União Catalã de Hospitais, Manel Jovells Cases; o diretor do Grupo Hospitalar Conceição, José Ricardo Agliardi Silveira, e a presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes

A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) marcou presença, nesta segunda-feira (12), no Fórum Inovação Saúde – FIS 2018, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. A presidente da Federação, Solange Beatriz Palheiro Mendes, participou da conferência ‘A Experiência da Catalunha na Gestão da Saúde’ juntamente com o diretor geral da Fundação Althaia e ex-presidente da União Catalã de Hospitais, Manel Jovells Cases, e o diretor do Grupo Hospitalar Conceição, José Ricardo Agliardi Silveira.   

“O Sistema Sanitário Catalão está dando certo e é um exemplo para nós. Com metas e métricas claras e a institucionalização da qualidade, que é fundamental para um bom sistema de saúde. Isso nos traz o otimismo de que com planejamento e organização é possível alcançar melhores resultados. O modelo assistencial tem que mudar. Defendemos a atenção primária à saúde. As operadoras precisam e estão comprometidas com a saúde do beneficiário. É um eterno perseguir de bons resultados", afirmou Solange Beatriz.

A Catalunha conta com um sistema público de cobertura universal e um sistema privado paralelo, se baseando na colaboração público-privada (27% da população possuem cobertura dupla). "Posso afirmar que temos os mesmos dilemas de saúde. Estou no setor há mais de 20 anos e hoje estamos mais conscientes, com mais diálogo, franqueza e disposição, em um discurso mais avançado. A constituição Catalã é uma década mais antiga do que a brasileira. Ambas nasceram com a garantia do direito à saúde, mas na Catalunha esse processo foi gradativo. Já no Brasil, a Constituição também previu a abrangência do conceito de saúde e os princípios e a organização do SUS. O SUS é um sistema exemplar, uma conquista brasileira, mas que precisa da Saúde Complementar, que hoje atende mais de 20% da população. O Brasil conta com saúde de primeiro mundo. Precisamos melhorar esse acesso à população", concluiu a presidente da Federação.

Essa foi a segunda edição do FIS, este ano com o tema ‘O Diálogo na Saúde – Dilemas, Paradoxos e Desafios’. O evento promoveu o debate entre especialistas nacionais e internacionais e apresentou ideias e experiências para o sistema nacional de saúde. Mais de 400 participantes, entre gestores, inovadores e entusiastas do mercado da saúde, reuniram-se para compartilhar tendências, conceitos e conhecimentos que contribuam para a transformação e modernização do setor.

*Permitida a reprodução desse material, desde que citada a fonte
© Copyright 2016 | FenaSaúde | Rua Senador Dantas 74, 8º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777