Dúvidas sobre a diferença entre seguro residencial e condominial: a FenSeg responde

15 de Março de 2018

Dúvidas sobre a diferença entre seguro residencial e condominial: a FenSeg responde

Confira a entrevista com presidente da Comissão de Riscos Patrimoniais Massificados, Danilo Silveira

O presidente da Comissão de Riscos Patrimoniais Massificados da FenSeg, Danilo Silveira, comenta as duas modalidades de seguro que disponibilizam assistências emergenciais e de conveniência, o que é importante para o cliente em casos de vazamento, necessidade de bombeiro, encanador ou eletricista. Saiba mais:

1 – Muitos consumidores  confundem as modalidades de seguro residencial e condominial. O que podemos destacar como principais diferenças?

O seguro de condomínio é obrigatório por lei, sendo responsabilidade do síndico a sua contratação. Pode ser contratado na modalidade multi-riscos (coberturas escolhidas, sendo a básica o incêndio, raios e explosão ) e a ampla, que garante pelo valor da importância segurada contratada todos os riscos ao prédio , exceto os expressamente excluídos, tais como : incêndio, raio, explosão, vendaval, atos da natureza, alagamento, desmoronamento, e outras.

A cobertura do condomínio é restrita para o prédio, da maneira como foi entregue pela construtora, incluindo unidades e áreas comuns. Assim benfeitorias e móveis da unidade não estão cobertos normalmente, sendo adequada a contratação do seguro residencial especifico para conteúdo (móveis , utensílios, etc ) e eventuais melhorias da unidade.

Também deve se lembrar da cobertura adicional de responsabilidade civil: no seguro residencial o RC Familiar garante danos causados a terceiros decorrentes das ações de pessoas e uso e conservação da unidade .

Por exemplo:  caso ocorra um vazamento que seja da responsabilidade da unidade autônoma, somente o RC familiar cobriria. O mesmo pode ser destacado para as assistências emergenciais e de  conveniência  normalmente oferecidas nos seguros residenciais. Em resumo, os dois seguros devem ser contratados.

2 – Falando de preços: qual o ticket é médio de cada um destes tipos de seguro?

No mercado, o residencial apresenta, em média, ticket de R$ 350,00 ao ano. O condomínio pode variar muito em função da área construída de coberturas contratadas

3 – Em quais situações o seguro o seguro condominial é um grande aliado de quem mora em ambientes compartilhados como os prédios?

 Em casos de danos as áreas comuns e responsabilidade civil. A conta, sem seguro, seria rateada pelos condôminos.

4 – Quais as dicas do que observar no momento de contratar estas apólices?

Analisar os riscos a que está exposto o imóvel , o local , bem como os valores de reposição, uma vez que o valor contratado não precisa incluir a valorização imobiliária. E  sim,  a reconstrução do bem e a reposição dos objetos.

Outra dica importante: o seguro é contratado a risco absoluto. Ou seja não há aplicação de rateio, que é a proporcionalidade aplicada em algumas modalidades,  entre o valor contratado e o valor real do bem.

*Permitida a reprodução desse material, desde que citada a fonte
© Copyright 2016 | FenSeg | Rua Senador Dantas 74, 8º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777