Voltar ao topo

Focus mostra melhora nos resultados fiscais, inflação e PIB

27 de Setembro de 2022 - Expectativas Econômicas

 

A edição desta semana do Boletim de Acompanhamento das Expectativas Econômicas (AEE) da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) destaca que o Copom decidiu – ainda que sem unanimidade – manter a taxa Selic em 13,75%. Com isso, as projeções para a Selic permaneceram inalteradas, 13,75% para final deste ano e 11,25% para o final do ano que vem. “Enquanto isso, permanece também o movimento de revisão baixista das projeções de inflação, desde as medidas tributárias tomadas pelo governo para controlar os preços da gasolina e da energia. A expectativa mediana para o IPCA em 2022 passou de 6,00% para 5,88%. Para 2023, a projeção passou de 5,01% para 5,00%”, explica o economista Pedro Simões, do Comitê de Estudos de Mercado da CNseg.

O boletim também chama a atenção para o indicador de atividades Monitor do PIB – acompanhado de perto pelo mercado – que apresentou alta de 0,6% em julho ante junho, segundo o Ibre/FGV. “Trata-se de uma variação bem mais modesta que os 1,2% apontados pelo IBC-Br na semana anterior, mas ainda assim, um crescimento robusto no mês. Nesse contexto, as projeções para o crescimento da economia este ano continuaram a ser elevadas, subindo de 2,65% para 2,67%. Para 2023, a projeção mediana permaneceu em 0,50%. É interessante também fazer uma observação sobre a projeção para o resultado primário do governo. Os resultados fiscais – melhores que o esperado – têm feito com que as projeções sejam revisadas para cima desde meados de junho”, assinala Simões.

A projeção mediana para o resultado primário como percentual do PIB chegou a 0,9%. Na semana passada, pela primeira vez, o Ministério da Economia estimou que o governo terá superávit este ano. A projeção indica um superávit primário de R$ 13,5 bilhões, ante um déficit de R$ 59,5 bilhões na última previsão.

Esta será uma semana repleta de divulgações, com destaque para diversos indicadores de confiança para o mês de setembro, para a Ata do Copom e para o IPCA-15 de setembro, amanhã (27/09), para os dados do Caged de agosto, na quarta (28/09), para o Relatório Trimestral de Inflação e para o IGP-M de setembro, na quinta (29/09) e para a PNAD de agosto, na sexta-feira (30/09).

>> Clique aqui para conferir a última edição do Boletim de Acompanhamento das Expectativas Econômicas

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público