Voltar ao topo

Jornal Valor Econômico informa que o setor segurador pode fechar o ano com avanço de 3%

Presidente da CNseg afirmou que apesar das dificuldades, o setor conseguiu manter uma produção razoável e resultados bons

10 de Novembro de 2020 - Imprensa

 

O Jornal Valor Econômico publicou hoje, 10 de novembro, matéria informando que a indústria de seguros pode fechar o ano com avanço de 3%. De acordo com o Presidente da CNseg, Marcio Coriolano, ouvido pelo Jornal, o mês de setembro marcou a virada da arrecadação para o terreno positivo, visto que, até agosto, o setor vinha de uma queda anual de 0,8%. 

A reportagem informa também que as receitas das seguradoras atingiram R$197,783 bilhões no acumulado até setembro, mês em que a receita foi de R$ 24,4 bilhões.  

De acordo com a matéria, baseada nos dados fornecidos pela CNseg, em setembro, Crédito e Garantia foi o segmento com maior destaque, com alta de 308,7%. Já o Seguro Viagem teve uma queda de 81,39%. 

O Presidente da CNseg declarou que “enquanto as projeções mostram uma queda do PIB em torno de 5% neste ano, a indústria de seguros deve crescer 1% no pior cenário e até 3% no melhor (...) apesar das dificuldades, o setor conseguiu manter uma produção razoável e resultados bons, o que mostra que temos um mercado solvente”. 

A matéria sobre o desempenho do setor segurador pode ser lida pelos assinantes do site do Valor Econômico clicando aqui

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS