Voltar ao topo

Laboratório de Inovação Financeira lança publicação para incentivar o aumento da diversidade nas empresas

23 de Fevereiro de 2022 - Publicações

O Laboratório de Inovação Financeira (LAB), por meio do subgrupo “Diversidade no sistema financeiro”, do “Grupo de Trabalho Instrumentos Financeiros e Instrumentos de Impacto”, acaba de divulgar sua mais nova publicação, que leva o nome: "Diversidade no Sistema Financeiro: Aprendizados com a experiência internacional e caminhos para a evolução no ecossistema brasileiro". O objetivo do material é apontar movimentos internacionais que podem inspirar companhias listadas, corporações e demais atores do ecossistema brasileiro a incrementar a diversidade na liderança e gestão das empresas, por meio de maior transparência e clareza das informações e de posturas pró-ativas. 

O cenário internacional mostra que, entre as várias iniciativas estudadas, diversas atividades estão no âmbito da regulação, da autorregulação, ou mesmo de ações afirmativas das empresas. Sejam quais forem as origens das regras ou práticas adotadas, essas ações podem contribuir para o equilíbrio de oportunidades para pessoas, indiferentemente de seu gênero, etnia, idade, condição física ou pertencimento a grupos minorizados. 

A Diretora- Executiva da CNseg Solange Beatriz Palheiro Mendes destacou que os temas diversidade, equidade e inclusão fazem parte da cultura organizacional das seguradoras brasileiras e da Confederação. Solange Beatriz lembrou que o Relatório de Sustentabilidade do Setor de Seguros, elaborado anualmente pela CNseg, apresenta uma série de indicadores sobre aspectos sociais das empresas que fornecem um importante panorama dos desafios a serem enfrentados no campo da diversidade. 

Segundo a última edição do Relatório, em 2020, 90,5% das empresas participantes disseram adotar práticas de promoção da diversidade e não-discriminação. Isso ocorre da principalmente das seguintes formas: 

  • 68,4% monitoram indicadores de diversidade do quadro de pessoal e divulgam boas práticas de gestão que promovam direitos humanos e respeitem grupos vulneráveis à discriminação do mercado; 
  • 63,2% criaram Comitê de Diversidade ou assemelhado com reporte direto à alta liderança; e 
  • 57,9% demonstram interesse de ter diversidade entre os candidatos ao divulgar vagas na empresa, encorajando grupos vulneráveis a se candidatarem.

Além do monitoramento de indicadores por meio do Relatório de Sustentabilidade, Solange Beatriz ressaltou a atuação do Grupo de Trabalho de Diversidade e Inclusão da CNseg, composto por representantes das empresas, cujo objetivo é disseminar boas práticas em gestão de pessoas relacionadas a diversidade, equidade e inclusão – e do  Instituto de Diversidade e Inclusão no Setor de Seguros (IDIS), organização com a qual a CNseg possui parceria e agenda de trabalho conjunta, com vistas à conscientização de executivos e principais lideranças do setor sobre a importância do tema. 

>> Clique aqui para acessar a publicação na íntegra

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público