Voltar ao topo

Retorno do seguro à sociedade em 2021 foi quase 6X maior que o orçamento da cidade de São Paulo no ano

03 de Agosto de 2022 - Imprensa

A última edição da Revista Insurance Coorp trouxe uma matéria repercutindo a Conjuntura CNseg Nº71, publicação da Confederação Nacional das Seguradoras que analisa os aspectos econômicos, políticos e sociais que podem exercer influência sobre o mercado segurador brasileiro. 

Na matéria, a revista informa que as receitas de seguros, as contribuições de previdência e o faturamento dos títulos de capitalização totalizaram R$ 82,2 bilhões no primeiro trimestre deste ano, representando um aumento de 15,4% em relação ao mermo período de 2021. 

Ouvido na matéria, o presidente da CNseg, Dyogo Oliveira, explicou que os pagamentos de indenizações, benefícios, resgates e sorteios também registraram avanço, alcançando a cifra de R$ 58,7 bilhões no primeiro trimestre de 2022, o que representa um aumento de 34,5% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. 

Com a recente divulgação dos números da Saúde Suplementar referentes ao 4º trimestre de 2021, foi possível calcular o volume total que o setor segurador retornou à sociedade na forma de indenizações, despesas assistenciais, benefícios, resgates e sorteios, que alcançou a cifra de R$ 398,2 bilhões no ano passado. Isso equivale a um valor “quase seis vezes superior ao orçamento da Prefeitura Municipal de São Paulo em 2021, por exemplo, comprovando, mais uma vez, o caráter essencial do seguro na vida das pessoas”, concluiu o presidente da CNseg. 

>>Clique aqui para ler a matéria com o presidente da CNseg na Insurance Coorp

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público