Voltar ao topo

Saiba como se prevenir contra o câncer de mama e identificar os primeiros sinais da doença

03 de Outubro de 2022 - Outubro Rosa

No Brasil, excluindo os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é câncer com mais incidência em mulheres de todas as regiões, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste. Para o ano de 2022, foram estimados quase 67 mil casos novos, o que representa uma taxa ajustada de incidência de aproximadamente 44 casos para cada 100 mil mulheres. Em função desse risco, em 1990, foi criado um movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama, o Outubro Rosa, cujo símbolo é o laço cor de rosa. Desde então, o Outubro Rosa é celebrado no Brasil e no exterior com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, a fim de contribuir para a redução de sua incidência e mortalidade.

Para saber mais sobre o assunto, entrevistamos a Dr. Vanessa Pignataro, mastologista do Hospital Universitário Antônio Pedro, em Niterói.

vanessa.pngVanessa, 4 em cada 5 diagnósticos se dão em mulheres com mais de 50 anos. Além da idade, quais são os outros fatores de risco para a doença?

Além da idade, o sexo feminino é um grande fator de risco. Nós sabemos que os homens também podem ter câncer de mama, mas isso corresponde a apenas 1% do total. Entre os fatores de risco, há os hereditários que, no total, abrangem de 5% a 10% dos casos, e os fatores de risco que podemos evitar, que são: o sobrepeso, principalmente depois da menopausa; o sedentarismo; o consumo de bebidas alcoólicas; a exposição a radiações ionizantes durante a infância, devido a alguma doença; a primeira gravidez após os 30 anos e o uso de reposição hormonal, principalmente por mais de 5 anos.

E em relação à prevenção? O que as mulheres podem fazer para evitar o câncer de mama?

Praticar atividade física; se alimentar de forma saudável , principalmente com vegetais e evitando alimentos gordurosos; manter o peso adequado, principalmente depois da menopausa; evitar o consumo de bebidas alcoólicas; amamentar e evitar o uso de hormônios sintéticos. É importante dizer também que faz parte da prevenção fazer os exames de rastreio de forma correta. A mamografia é o único exame que mostrou redução da mortalidade, conseguindo identificar os tumores antes que eles se tornem palpáveis. Descobrir a doença cedo é a melhor forma de alcançar a cura.

E quais são os sintomas que mulheres e homens podem perceber quando estão com a doença?

É importante que as pessoas se conheçam, exercitando o autoconhecimento. Saber como são suas mamas, olhando no espelho e passando a mão nelas durante o banho ou no momento em que se sentirem mais confortáveis. É a própria pessoa que vai conseguir identificar melhor as alterações do seu corpo. Ela pode identificar nódulos e alterações na pele, como vermelhidão, retração, aspecto de edema (que chamamos de casca de laranja), alterações no bico do peito, como o mamilo invertido ou retraído, pequenos abaulamentos nas axilas ou no pescoço e a saída de secreção dos mamilos de forma espontânea. É importante dizer também que a gente não deve estimular a saída de líquido, nunca espremendo as mamas.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público